COMO LIDAR COM CRÍTICAS DE MANEIRA SÁBIA?


 Por: Ernie Baker


       Sejamos sinceros: ninguém gosta de ser criticado. Davi vivenciou bem essa experiência:

“Eles afiam a língua como espada e apontam como flechas, palavras envenenadas.” – Salmos 64.3


   Ele foi perfurado como que por uma espada, eu também sei o que significa ser transpassado por uma espada.

Ser criticado machuca, não é verdade?

       Tenho sido criticado pela maneira como lidero e deixo de liderar. Eu fui criticado por meus pelos faciais (sim, por causa da minha barba! Confira, http://www.nordicpreacher.com/beardology). Já fui repreendido também por coisas que escrevi ou deixei de escrever. Fui castigado por concluir uma oração "no precioso nome de seu Filho, Amém" em vez de "em nome de Jesus". Além disso, fui repreendido por trabalhar demais e por não trabalhar duro o suficiente. Eu teria contado mentiras sobre mim, insinuando coisas sobre meu caráter e já me disseram que seria melhor eu ser um professor do terceiro ano do que um pastor. Eles não ficariam chocados ao descobrir que eu realmente me tornei um professor universitário e de seminário! Alguns acham que sou muito fácil de aconselhar e outros me chamam de intimidador. Como posso processar isso? Devo apenas ficar mal-humorado? Devo me permitir ficar cínico em relação às pessoas e ao ministério e me retirar? Vamos permitir que as Escrituras nos deem a direção certa. A Bíblia nos diz:

“Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.” - 1 Coríntios 10.31

       1.Se você me conhecesse tanto quanto eu me conheço, você seria mais duro comigo:
       Uma das muitas maneiras que o doloroso trabalho de entender como os tesouros ou a adoração de nossos próprios corações nos impactam é que ou eles nos humilham ou nos tornam mais duros. Eu não queria ser endurecido, então eles me humilharam.
        Quem quer que seja que tenha sido realmente humilhado, não ficará facilmente zangado, nem severo ou crítico com os outros. Ele será compassivo e terno às fraquezas de seus companheiros pecadores, sabendo que, se há uma diferença, é somente a graça que a criou! Ele sabe que ele tem as sementes de todo mal em seu próprio coração. E sob todas as provações e aflições ele olhará para a mão do Senhor e porá sua boca no pó, reconhecendo que ele sofre muito menos do que merecem suas iniquidades mereceram [ênfase adicionada]. [1]
       Tirar a capa das tendências à falsa adoração de minha alma revelou-me que há uma grande obra a ser feita. Aqui está a dura realidade: meus críticos nem mesmo sabem toda a verdade. A realidade é pior do que pensam! Se soubessem os pensamentos e intenções do meu coração, eles provavelmente se perguntariam por que eu estou no ministério. Eu posso pensar ao receber críticas, "É o melhor que vocês têm?" Eu ainda não gosto disso, mas me ajuda a responder sem ser grosso.

2. Eu tento olhar para mim mesmo da perspectiva mais clara possível:
       Gênesis 3 fez mais do que nos mandar para o inferno - distorceu nossa perspectiva sobre a vida e sobre nós mesmos. Nós realmente achamos que somos ótimos, ou então não somos machucados muito quando somos criticados. Sim, o orgulho é a raiz de todo pecado. Essa verdade me ajuda a permanecer realista sobre mim mesmo. Outros me veem com mais clareza do que eu. Outra verdade imensamente útil é lembrar do controle absoluto de nosso Deus. Eu afirmo o seguinte:

3. Nada entra na minha vida a não ser que primeiro tenha passado pelas soberanas mãos de Deus:

       Romanos 11.36 é abundantemente claro e revela como existem mistérios nas obras de Deus. Paulo escreveu: Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre!”, e isso inclui críticas. Lembre-se do que Davi escreveu no Salmo 64. 3 (citado acima)? Ele é realista. Sim, as palavras me apunhalam, penetrando como uma flecha, mas elas não seriam capazes de fazer isso a menos que Deus permitisse que elas conseguissem passar pelo escudo, que é Ele mesmo. Consequentemente, considere o próximo ponto:

 4. Eu quero crescer à semelhança de Cristo, então "obrigado por me ajudar"
       Romanos 8.28-29 ensina que Deus usa todas as circunstâncias para me refinar e me ensinar segundo esse propósito. Portanto, essas circunstâncias não vêm apenas da mão de Deus, mas vêm para um propósito, que é ajudar-me a crescer para ser mais semelhante ao meu Salvador. Eu quero desesperadamente ser como ele. Eu preciso ser grato pelas pessoas que me ajudam positivamente nesse caminho, mas também por aquelas que me ajudam de maneira negativa. A crítica pode ajudar a conseguir isso revelando o que deve ser importante para mim. O coração é pelo menos parcialmente sobre as emoções, então quando alguém critica e desperta minhas emoções, a crítica deve ter tocado algo que é importante - um tesouro - e devo considerar se é um tesouro maior do que o Senhor (Mt 12.34-35).
       Reconhecendo que a crítica revela o que eu valorizo, devo também considerar se a crítica tem peso.

5. Existe um padrão nas críticas?
       Há alguns anos, fui criticado por não ser um pastor amoroso e ouvi isso de mais de uma pessoa. Foi difícil para mim ouvir porque, exatamente ao contrário do que ela dizia, eu me considerava um pastor super amoroso (veja o ponto dois acima). Eu sacrificialmente estudava para pregar os sermões e fiz visitas hospitalares, e obedientemente fiz tudo o que era necessário. Eu não podia ignorar isso - mais de uma pessoa estava percebendo aquilo. Aqui está uma abordagem bíblica para esse princípio: se mais de uma pessoa estiver lhe contando a mesma coisa ou algo semelhante, é melhor você ouvir. Estou baseando isso em Deuteronômio 19.15, que afirma que as ofensas devem ser confirmadas por duas ou três testemunhas (repetidas em outros lugares como 2 Co 13.1).Em conclusão, lembre-se que:

6. Deus fará justiça:
Eu sou muito grato pela verdade de que eu não tenho que brincar de ser Deus na vida de outra pessoa. Ele é o justo juiz que enxugará todas as lágrimas e, fará justiça. A verdade será revelada. A aplicação desses princípios me ajudou a aplicar o sábio conselho de Stuart Briscoe, que disse: "Um pastor deve ter a pele de um rinoceronte, a mente de um estudioso e o coração de uma criança." Se eu não aplicar esses princípios, terei a pele de um bebê recém-nascido, um cérebro consumido de ressentimento e um coração cheio de cinismo. Portanto, acho que gosto dos meus princípios para lidar com críticas!

Questões para Reflexão
Quais princípios ajudam você a lidar com críticas? Qual dos seis princípios fala mais à sua alma e por quê?

[1] John Newton, “Letters of John Newton: Indwelling Sin and the Believer,” Monergism.com, accessed Dec. 26, 2017. https://www.monergism.com/thethreshold/sdg/indwellingsin.html.


Autor: Ernier Baker.
Tradução: Bruno dos Santos Queiroz.
Fonte:  https://biblicalcounselingcenter.org/criticism-handle-criticism-wisely/
Publicação em português permitida pelo BCC.



Comentários

Postagens mais visitadas