CONSELHOS PARA NOVOS NA FÉ REFORMADA

               Eu tive que aprender através de duras experiências o perigo que a empolgação inicial com a Teologia Reformada pode significar. Damos graças a Deus que esteja havendo um avivamento da Fé Reformada no Brasil, mas lamentamos que isso esteja produzindo “efeitos colaterais” perigosos ou que ele nem sempre se dê da melhor forma. Não devemos esperar que o evangelicalismo brasileiro se reforme da noite para o dia, nem que isso se dê em uma geração. Um processo de reforma que se consolide deve ser gradual. Mudanças e rupturas repentinas geram radicalismos perigosos e mudanças passageiras.
       Eu ainda sou novo na Fé Reformada, mas já tenho aprendido algumas lições que vale compartilhar. Conheci as doutrinas calvinistas dentro de uma igreja pentecostal, talvez seja esse o caso de um grande número de pessoas. A Internet tem sido um grande mecanismo nessa propagação, mas também guarda seus perigos. Aqui vão alguns conselhos:

1.Evite debates no Facebook – Tito 3.9
       Esse é algo que eu preciso muito melhorar e progredi pouco em relação a isso. Não é errado debates na Internet, mas se você é novo na Fé Reformada, se envolver em discussões não é o momento ainda. Saiba esperar, dedique-se ao estudo. Leia e estude os símbolos de Fé de Westminster, estude as Institutas, dedique seu tempo em aprender. Permaneça um tempo em silêncio. Você não é o grande intelectual do nosso tempo que precisa iluminar as pessoas que estão em trevas. Você é um pecador e estudar mais e mais as doutrinas da graça deve te lembrar disso.

2.Submeta-se aos seus pastores e presbíteros – Hebreus 13.17
       Ao estudar teologia, talvez você descubra que sabe mais do que seu pastor. Se você é de uma igreja pentecostal, aja dentro dos limites permitidos na sua igreja. Você pode aproveitar para tentar promover as doutrinas reformadas dentro da sua igreja, sair imediatamente não é necessariamente a melhor opção. Mas faça tudo em submissão às autoridades da igreja em que congrega. Lembre que as autoridades da igreja cristã, por mais que saibam menos de teologia do que você, foram instituídas por Deus. Lembre que eles não viveram a mesma época que você vive: não tiveram as mesmas oportunidades de aprender teologia como você tem hoje. Em seu tempo, não havia tanto acesso à Internet e tantas publicações de livros reformados. Não espere dos seus pastores exatidão ou perfeição teológica. Apesar de não ser preciso sair de sua igreja imediatamente, se você conheceu as doutrinas reformadas, procure por uma Igreja Presbiteriana do Brasil. Organize-se para mudar gradualmente para lá. No entanto, não espere encontrar uma igreja reformada perfeita. Lembre-se: você faz parte de uma geração privilegiada com conhecimento reformado, não exija dos seus pastores perfeição teológica, antes permaneça em submissão à igreja. Você pode conversar pessoalmente com seus pastores e presbíteros sobre as coisas que achar estarem erradas na igreja. Faça isso em espírito humilde, evite conversas por mensagens ou reclamar da igreja com os irmãos.Não crie partidos ou divisões dentro da igreja. Dirija-se diretamente e pessoalmente ao pastor ou conselho expondo suas críticas. Lembre-se que você faz parte de um grande avivamento lento e gradual da Fé Reformada, não alimente uma utopia de levar sua igreja à perfeição e tenha em mente que igreja não é academia teológica.

3.Seja prático e não só teórico – Tito 3.8
        Um problema que acontece muito com quem está descobrindo a Fé Reformada, e eu vivencio ainda isso, é uma lacuna entre conhecimento e prática. Piedade envolve duas coisas: aperfeiçoamento do conhecimento teológico e mudanças de comportamento. Avalie: como você trata sua família? Qual sua dedicação à igreja? Você tem lutado contra seus pecados? Como você é no trabalho? Tudo isso é importante. Comece a servir a sua igreja não só em relação a ensinar teologia reformada. Ajude irmãos em suas lutas e dificuldades, visite os idosos e enfermos da igreja, ajude em serviços da igreja, como limpeza do Templo, por exemplo. Seja obediente aos seus pais, pastores e patrões. Busque corrigir seus defeitos morais e superar maus hábitos. Acautele-se da soberba. Conhecimento teológico não é tudo.

4.Não difame sua antiga igreja e líderes – Tito 3.2
       Não é errado refutar heresias e hereges, inclusive citando os nomes. No entanto, lembre-se: você é novo na fé reformada, é momento de manter o silêncio. Sua antiga igreja e pastores certamente têm problemas e provavelmente você se sente agora enganado. Pode ser que se sinta mal por eles terem te apresentado uma teologia errada e um falso conceito de espiritualidade. Talvez teologias erradas e pastores ruins tenham te causado danos à alma. Mas não declare guerra contra eles. Lembre novamente que você é parte de um avivamento muito maior, concentre-se em ser grato a Deus por ter te revelado a verdade. Não saia falando mal de sua antiga igreja, por agora, há grandes riscos de que você seja movido por sentimentos pecaminosos.

5.Mantenha uma vida de oração – 1 Tessalonicenses 5.17.
         Calvino considerava a oração a parte mais importante do culto. Certamente que conhecimento teológico é importante, mas o próprio Calvino percebeu a necessidade da oração. Talvez agora você queira passar horas lendo livros e artigos reformados ou gaste grande tempo nas redes sociais debatendo sobre calvinismo. Há o risco de que isso te faça esquecer da oração. Calvino orienta a separar cinco momentos especiais de oração: (1) de manhã, ao acordar; (2) antes de ir para o trabalho; (3) antes das refeições, (4) quando receber de Deus alguma bênção especial e (5) antes de ir dormir. Que sua empolgação com estudar teologia não seja maior do que sua empolgação com a oração, mas que sua teologia possa moldar sua oração e que seu estudo teológico seja feito em espírito de oração.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

        Quem me conhece pessoalmente sabe que já feri todas essas regras. Escrevo este texto antes para mim do que para qualquer outra pessoa. Devemos aprender com nossos erros, se arrepender deles e ajudar outros. Não há dúvidas da necessidade de instruir novatos na fé reformada contra esses perigos. Satanás tem achado um grande campo para trabalhar onde a obra de Deus deve florescer. É exatamente onde Deus planta seu trigo, que o diabo tem espalhado o joio. Que os pastores presbiterianos recebam em suas igrejas estes irmãos vindos de outras denominações, mas que o façam instruindo-os contra tais radicalismos. Que nós, novos na Fé Reformada, façamos diariamente uma autoavaliação, para que Satanás não use o nosso próprio encanto com as doutrinas da graça para nos enganar e nos levar à arrogância e ao radicalismo.

__________________
Boa parte dos conselhos foi baseada no sermão Conselhos Para Novos Reformados – Leandro Lima.  As alusões às declarações de Calvino sobre oração estão no capítulo vinte do terceiro livro das Institutas.

Comentários

Postagens mais visitadas